O meu Blog

O Blog "Verba Volant, Scripta Manent" foi criado no âmbito de um exercício académico (Humanística Digital). Desde então, e por forma a dar alguma continuidade à experiência iniciada na blogosfera, mantém o objectivo de partilhar alguns textos pessoais (sob o habitual pseudónimo Troyka Manuel), bem como outros materiais literários de interesse pessoal.

Todos os comentários, sugestões ou críticas serão sempre bem-vindos!

Porque as palavras faladas voam... e a palavra poética, tantas vezes, fala por si... e permanece... sempre!

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Trapézio-Tempo


Morre o ensaio de vida percorrido por um tempo veloz,
foge o vento de ser perseguido.
Está frio junto à praia,
como um glaciar que se impõe,
que obriga ao contorno ou à fuga.

Morrem lentamente as mãos que se dão
e escorre a vida pelos dedos
até à areia negra da noite.
Muito lentamente!

Morre o ensaio-trapézio
que de tanto pular,
por hoje se tropeçou e arruinou.
Mas o chão recebe-te, sempre acolhedor,
sempre frio, sempre parasita de alteridade.
É a queda que te faz sentir!
É o tombo que te acorda da morte em vida!

Morre o vigia da noite.
Tinha a lua por segurança
em todas as noites de Verão.
Hoje não brilhou, hoje não te abrigou.

Deitas-te, (en)cerras os olhos
e esqueces de onde vens
para onde vais…
Aqui... tão-somente aqui!

Morre o artista-arredio
eleva-se a sua obra!

(Troyka Manuel)


Sem comentários:

Enviar um comentário