O meu Blog

O Blog "Verba Volant, Scripta Manent" foi criado no âmbito de um exercício académico (Humanística Digital). Desde então, e por forma a dar alguma continuidade à experiência iniciada na blogosfera, mantém o objectivo de partilhar alguns textos pessoais (sob o habitual pseudónimo Troyka Manuel), bem como outros materiais literários de interesse pessoal.

Todos os comentários, sugestões ou críticas serão sempre bem-vindos!

Porque as palavras faladas voam... e a palavra poética, tantas vezes, fala por si... e permanece... sempre!

domingo, 22 de setembro de 2013

[Reencontro repentinamente o Mundo]

Reencontro repentinamente o Mundo
e não o reconheço
(Cresci noutra ilha e não percebi).
As tardes são belas, quentes, solarengas,
mas os transeuntes são estranhos fantasmas
que se arrastam:
térreos de existir,
surdos de ver-sentir.


Sigo o impulso repentino:
Envolvo-me na multidão andante
e reconheço alguns passos, pelos pés.
Mãos envelhecidas, pequenos movimentos,
o andar desengonçado-penoso.
Caminhos que trilhei?
Mãos que me tocaram?

Não compreendo a multidão-fantasma,
não me vos reconheço,
e transformo-me então em estado-transeunte,
simbiose perfeita-aterradora.
Embarcação encalhada em mar revolto...

Hoje, reaprendo o preço
de estarmos sós,
de costas viradas,
acidentados em caminhos que não cruzam almas
que se fogem, sempre fugazes.
Muros intransponíveis!
Cruas cercas de fuga que se levantam 
para nunca mais deixarem de crescer.

Para quando o negro deixará de ser a diferença do rebanho?
(Troyka Manuel)

3 comentários:

  1. É banal dizer-se, mas é a diferença que enriquece a vida, tal com a utopia empurra o sonho para a realidade.
    Continuação de boas partilhas!

    ResponderEliminar
  2. Bom dia! Gosto da forma, do conteúdo, da inquietação... gosto e agradeço a possibilidade de ler mais. Parabéns pela iniciativa de divulgar. Um abraço.

    ResponderEliminar