O meu Blog

O Blog "Verba Volant, Scripta Manent" foi criado no âmbito de um exercício académico (Humanística Digital). Desde então, e por forma a dar alguma continuidade à experiência iniciada na blogosfera, mantém o objectivo de partilhar alguns textos pessoais (sob o habitual pseudónimo Troyka Manuel), bem como outros materiais literários de interesse pessoal.

Todos os comentários, sugestões ou críticas serão sempre bem-vindos!

Porque as palavras faladas voam... e a palavra poética, tantas vezes, fala por si... e permanece... sempre!

sábado, 12 de outubro de 2013

"O que vemos, o que nos olha" (Título do Livro de Didi-Huberman)

Da persistência nasce a obra,
o entendimento, a olhar que nos olha.
Exactidão perscrutada, perfeição do ser quase
em instante de solidão que se arremessa
e se atira para o vácuo buraco olvidado.

On jette toujours un coup d’oeil.
À tout! À tous!

E espreitamos assim – sempre! –
o abismo, as rochas, o mar profundo,
o espelho côncavo que nos reflecte.
Fixam-se os olhares, intensifica-se a atenção
qual lugar para onde, projecção ilimitada
- espaço de reciprocidade infinda e inabalável-,
metamorfose do celeste númen
ao canto de uma estrada,
por entre roupas usadas e andrajosas.
O Caos, a vida repentina e estonteante
envolta de divinos véus e palavras.
Olhos vidrados de olhar!

Da persistência desponta a obra,
comunhão absoluta de desejos inesgotáveis.
De olhos postos em Outro-de-si,
quando olhar o Outro é perder-se de si. 
(Troyka Manuel)



1 comentário:

  1. Persistentemente chegas onde queres chegar... ao profundo do teu ser e ao ser do outro, tocando-o de mansinho...continuação de bom trabalho!

    ResponderEliminar