O meu Blog

O Blog "Verba Volant, Scripta Manent" foi criado no âmbito de um exercício académico (Humanística Digital). Desde então, e por forma a dar alguma continuidade à experiência iniciada na blogosfera, mantém o objectivo de partilhar alguns textos pessoais (sob o habitual pseudónimo Troyka Manuel), bem como outros materiais literários de interesse pessoal.

Todos os comentários, sugestões ou críticas serão sempre bem-vindos!

Porque as palavras faladas voam... e a palavra poética, tantas vezes, fala por si... e permanece... sempre!

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Abril que não conheci

Foi em Abril a Revolução,
esse Abril que eu não conheci.
Abril da Liberdade
do país em que nasci.
Hoje canto Abril esquecido
e a minha voz arrasta
uma nação que gritou “Basta!”.
Foi Abril, pode ser sempre Abril!

Cantam os cansados, os desgastados,
quem acredita e quem chora.
Abril não conheci,
mas acredito que um homem
só pode ser livre de mão dada com o outro,
e esse grito,
uníssono da nossa voz,
levantará a terra da inércia
e cantará, mais uma vez,
o verdadeiro significado da LIBERDADE.

Foi Abril, pode ser sempre Abril!
(Troyka Manuel)

2 comentários:

  1. Abril só pode ser entendido por ti e por outtros mais jovens do que tu se for um renascer da esperança, embora não posso deixar de ter um significado politico mais profundo.
    Gostei muito que tivesses dedicado um pensamento/texto ao dia que todos esperavam e que, ainda, esperamos.
    Bom trabalho e parabéns!

    ResponderEliminar
  2. Lindo este poema de Abril que não conheceste, os frutos dessa liberdade Joinha, tens usufruído deles.... Parabéns !! Amei de <3 beijos ternos com amizade

    ResponderEliminar